Publicações
Terça, 31 Julho 2018

Em seis meses, Manaus teve 386 pessoas desaparecidas

Manaus – Dados do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) apontam que os homens representam 61% das 386 pessoas que desapareceram no primeiro semestre deste ano, em Manaus. A faixa etária com mais ocorrências é a de homens entre 35 e 64 anos, com 19,4% do total, seguida pelas meninas de 12 a 17 anos, que são 17,1% dos casos.

Segunda, 30 Julho 2018

Entenda o desaparecimento do menino Guilherme e como ossada foi achada na PB

No dia 10 de fevereiro o menino Guilherme, de sete anos, desapareceu enquanto brincava na frente de casa, na comunidade Taipa, no bairro Costa e Silva, em João Pessoa. O caso foi registrado na Polícia Civil, mas poucas informações foram encontradas durante os cinco meses de investigação. No dia 15 de junho, uma ossada encontrada em uma mata do bairro de Gramame levantou a suspeita de que poderia ser de Guilherme. Nesta quinta-feira (26), o Instituto de Polícia Científica (IPC) confirmou a identificação. Entenda o caso:

Segunda, 30 Julho 2018

Polícia Civil disponibiliza página para registro de pessoas desaparecidas na PB

Uma nova ferramenta disponibilizada na internet pode ajudar pessoas a buscarem pessoas desaparecidas na Paraíba. A plataforma foi apresentada pela Polícia Civil e permite que o cidadão informe às autoridades o sumiço de algum familiar ou amigo. Além da ferramenta, os registros continuarão a ser feitos nas delegacias de polícia espalhadas pelo estado.

Sexta, 27 Julho 2018

Palestras e atividades buscam enfrentamento ao tráfico de pessoas no DF

Em referência ao Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, celebrado todo dia 30 de julho, uma programação de eventos busca conscientizar moradores do Distrito Federal contra a prática desse crime. A partir de segunda-feira (30/7) até o próximo sábado (4/8), uma série de atividades vai promover a reflexão sobre o tema. A 5ª Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas no Distrito Federal acontece na Rodoviária Interestadual de Brasília, na Defensoria Pública da União e na Escola Meninos e Meninas do Parque, na 908 Sul.

Sexta, 27 Julho 2018

Fronteira do AP pode ser rota de tráfico de pessoas; campanha faz alerta sobre tema

Por estar situado em região de fronteiras, o Amapá pode ser rota do tráfico de pessoas, segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). As vítimas desse tipo de crime podem ser usadas para exploração sexual, trabalho escravo, casamento servil e tráfico de órgãos.

Realização:

Apoio:

FECHAR X