Terça, 11 Setembro 2018

Exposição vê realidade de famílias que lidam com o desaparecimento de parentes

Entre os dias 12 a 30 de setembro, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha apresenta a exposição A Falta Quê Você Faz, em São Paulo, no Museu da Imagem e do Som (MIS). A mostra reúne imagens da fotógrafa brasileira Marizilda Cruppe que retratam de maneira sensível a questão das pessoas desaparecidas, com fotos e depoimentos de 16 famílias que tiveram que lidar com o sumiço de parentes.

Os depoimentos foram realizados entre agosto de 2016 e dezembro de 2017. Há também vídeos com declarações de pessoas que passaram por isso, editados especialmente para a mostra no MIS. Segundo um levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), em 2017 foram reportados 82.684 casos de desaparecimentos às polícias civis no Brasil.

Somente em São Paulo, foram registrados 25.200 desaparecimentos, no ano passado.
Dessa forma, o trabalho da fotógrafa é importante para humanizar a fatalidade, que por conta dos números pode parecer algo corriqueiro e sem muito destaque.

"As famílias têm todo o direito de saber o paradeiro e o que aconteceu com seu ente querido. Precisamos acabar com o silêncio em torno desse problema", afirma Simone Casabianca-Aeschlimann, chefe da delegação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai.

A fotógrafa
Com 20 anos de carreira, Marizilda Cruppe já teve trabalhos publicados nas revistas TPM e Trip; e nos jornais O Globo, The New York Times e The Guardian; e no diário sueco Svenska Dagbladet.

MUSEU DA IMAGEM E DO SOM
Tel.: (11) 2117-4777
12 a 30 de setembro
Terça a sábado, 10h às 20h; domingos e feriados, 9h às 18h
Entrada Gratuita

Fonte: Destak Jornal

Realização:

Apoio:

FECHAR X